1966 Batmovel


Postada em 22/11/2018 às 19:24


1966 Batmovel

Caracteristicas Técnicas


Nome oficial: Batmóvel
Aparições: Batman (TV 1966-1968); Batman: O Filme (1966); Batman: Retorno dos Cruzados de Capa (2016); Batman vs. Duas-Caras (2017)
Projetado por: Eddie Stakes (design) e George Barris (construtor)
Tipo: Automóvel personalizado
Utilizado por: Batman, Robin e Pinguim

O mais emblemático equipamento do Homem-Morcego apareceu pela primeira vez em Detective Comics # 27 (maio de 1939), onde foi descrito como um carro comum. Sua aparência tem variado, mas desde as primeiras aparições, o Batmóvel tem um desenho simbolizando um morcego incluindo barbatanas em forma de asa. Blindado nos estágios iniciais da carreira do defensor de Gotham, ele foi personalizado ao longo do tempo sendo o equipamento de combate ao crime mais avançado tecnologicamente no arsenal do Batman.

 

O primeiro Batmovel foi inspirado nas primeiras versões das revistas em quadrinhos dos anos 40. Foi produzido entre 1960 e 1963 por Forrest Robinson. 

 

Foi retratado como tendo muitos usos, como perseguição veicular, transporte de prisioneiros, guerra antitanque, controle de distúrbios e como um laboratório de crime móvel. Em algumas representações, o Batmóvel tem suportes de rodas articulados individualmente e pode ser conduzido de forma não tripulada sendo operado remotamente. Apareceu em todas as aventuras do Batman - de quadrinhos e televisão a filmes e videogames - e desde então se tornou parte da cultura popular.

O Batmóvel da série de TV de 1966 (comumente chamado de '66 Batmóvel) é um Hot Wheels baseado nol original da série de TV e foi lançado em 2007 na coleção New Models. Em 1965, a ABC-TV escolheu o famoso customizador de Hollywood, George Barris, para projetar um "automovel" para seu novo seriado Batman, que seria lançado em breve. Outro famoso customizador, Dean Jeffries trabalhou no projeto e na fabricação inicial do Batmóvel, usando um Cadillac de 1959. Com os prazos para entrega terminando e com apenas três semanas para terminar, Barris decidiu que, em vez de construir um carro do zero, seria melhor transformar um Lincoln Futura (comprado em um ferro-velho por US $ 1,00) no famoso veículo de combate ao crime. Para ajudar no projeto Barris contratou Bill Cushenberry para fazer as modificações na carroceria e partes metálicas no carro. O custo total desta empreitada ficou em torno de U$ 30.000,00.

 

Modelo utilizado na serie de TV dos anos 60

 

Quando as filmagens para a série começaram, vários problemas surgiram devido à idade do carro: ele superaqueceu, a bateria ficou inoperante, e os pneus caros de Mickey Thompson estouravam. Na metade da temporada, o motor e a transmissão foram substituídos por um Ford Galaxie's. A influência visual mais marcante deste carro é que todos os Batmoveis têm um propulsor de foguete traseiro que dispara quando o carro necessita de uma aceleração rápida. O "escape do foguete" foi feito através de um tanque cheio de gasolina ou querosene que era bombeado para fora da saída de escape e acionado eletricamente. Os aparelhos originais deste modelo incluíam um cortador de corrente montado no nariz, lasers, foguetes, um telefone de bordo, radar, monitor, computador de bordo e sirene de polícia. Se necessário, o Batmovel era capaz de um rápido "bat-turn" de 180 °, graças a dois pára-quedas montados na traseira, e era equipado com um emissor de fumaça e um espalhador de estrepes pontiagudas (espinhos) para desencorajar a perseguição. Algumas mudanças foram feitas durante a exibição da série, incluindo placas diferentes, uma mudança no volante e a adição de dispositivos extras, como a câmera traseira e o aríete.

 

Desenho do projeto inicial

 

Barris construiu duas cópias de fibra de vidro do Batmovel original para exibição no circuito de exposição de carros e um terceiro para corridas de “Drag Racing”. Eventualmente, as três cópias foram cobertas com uma tinta "fuzz" de preto fosco, presumivelmente para esconder rachaduras de tensão nos corpos de fibra de vidro. Mais tarde, todos os três foram restaurados para a cor preto brilhante. As três réplicas são todas baseadas em um Ford Galaxie de 1965-1966. O Batmovel número 1 construído na Barris vendeu no Barrett-Jackson Auctions em 19 de janeiro de 2013 por US $ 4.620.000. As três cópias de Barris residem em coleções particulares, incluindo a versão de “Drag Racing” de exibição dirigida por Wild Bill Shrewsberry. Este carro foi construído com um motor V8 427 Holman Moody Ford dual-quad, transmissão automática Ford Carr, preparada pela Art Carr. Os tempos de um quarto de milha (402m) estavam na faixa dos 12 segundos, principalmente porque a Shrewsberry lançava o carro na segunda marcha e fumava os pneus traseiros superinflados.

 

 

Especificações técnicas:


Peso: 2500kg
Distância entre eixos: 3,27m
Comprimento: 5,84m
Largura: 2,2m
Altura: 1,21m
Aletas: 2,13m
Motor: 6390cm³, V-8 (turbina atômica)
Transmissão: B & M Hydro Automatic (2ª transmissão)

 

Fonte:

https://batman.wikia.com/wiki/Batmobile_(1960s_series)
http://combopop.com.br/10-curiosidades-sobre-o-batmovel-da-serie-de-tv-do-batman-de-1966/
https://en.wikipedia.org/wiki/Batmobile
https://batman.wikia.com/wiki/Batman_Wiki
https://revistamonet.globo.com/Series/noticia/2014/11/primeiro-batmovel-sera-leiloado-apos-decadas-desaparecido.html