Maquinas Incriveis Naves Espaciais

Vostok 1


Postada em 04/12/2019 às 22:51
Por Hotwheelscollection

http://www.bisbos.com/images_spacecraft/vostok/vostok_orbit1_1024.jpg

A nave espacial Vostok 1 foi a primeira nave espacial soviética tripulada. A nave consistia em um módulo ou capsula Vostok-3KA No.3 (que abrigava o cosmonauta com os instrumentos e o sistema de escape) e o foguete transportador de dois estagios “Vostok-K 8K72K” que continha sistema propulsor para elevar a capsula ao espaço. O equipamento técnico e científico consistia principalmente de dispositivos de telemetria e comunicação, além de sensores de aterrissagem e pára-quedas. O cosmonauta estava amarrado a um assento de ejeção. Como não foi possível desacelerar suficientemente a cápsula de aterrissagem na reentrada, o cosmonauta foi ejetado da nave a uma altitude de cerca de 7.000 me desceu por paraquedas, enquanto a cápsula aterrissava separadamente. O assento de ejeção também poderia ser ativado durante a decolagem caso ocorresse um problema com o foguete no lançamento.


12 abril de 1961 - Lançamento do Vostok 1


O primeiro lançamento não tripulado de uma nave espacial Vostok, sem proteção contra o calor, sistema de pára-quedas e assento de ejeção, foi realizado em 15 de maio de 1960 sob o nome de projeto "Korabl Sputnik 1", oficialmente conhecido como "Sputnik 4" para enganar as nações ocidentais. Com a sonda "Korabl Sputnik 2" (Sputnik 5), dois cães, Belka e Strelka, 28 camundongos e dois ratos foram lançados em órbita. Para os testes finais do assento de ejeção e do sistema de pára-quedas, foi utilizado um manequim do tamanho e peso de um ser humano. O vôo de 90 minutos do "Korabl Sputnik 4" (Sputnik 9) em 9 de março de 1961 com o cachorro "Tschernuschka" e um boneco a bordo ocorreu sem problemas e ambos, o cachorro e o boneco retornaram ilesos à Terra.


A Vostok foi o trabalho de uma equipe de cientistas e engenheiros liderada pelo engenheiro aeroespacial da União Soviética, Segei P. Korolev. Consistia em duas seções ou módulos. O módulo tripulado era uma esfera coberta com um material ablativo para protegê-lo durante a reentrada na atmosfera. Continha controles automáticos e ativados por terra, mas havia controles manuais de emergência para o cosmonauta. O piloto estava sentado em um assento de ejeção do tipo aeronave com um para-quedas e equipamento de comunicação. Pequenos foguetes em sua base poderiam impulsionar o assento através de uma escotilha circular no módulo em caso de emergência. Versões posteriores 'Voskhod' substituíram o assento de ejeção por sofás fixos. O módulo tripulado foi preso por tiras de metal a um módulo de equipamento. Tudo o que não é realmente necessário no módulo tripulado foi armazenado no módulo do equipamento. Continha garrafas de nitrogênio e oxigênio de alta pressão para uso no módulo tripulado, baterias químicas para rádios e instrumentos, retro-foguetes usados para frear o Vostok fora de órbita e pequenos propulsores de controle de atitude para orientar a espaçonave.


Módulo Vostok 1


As naves espaciais Vostok e Voskhod, como o Mercury dos EUA, não conseguiram realizar manobras orbitais. O motor principal foi usado apenas no final da missão para a manobra de frenagem de reentrada. A instrumentação nos Vostoks foi rudimentar ao extremo. Não havia giroscópios para manobras. A manobra de reentrada era normalmente realizada automaticamente por comando de rádio. A atitude da sonda em relação ao movimento local ao longo da órbita foi determinada por sensores solares, sensores de horizonte infravermelho e medidores de íons, que poderiam detectar a direção do movimento da sonda pela maior velocidade de íons que afetam a sonda na direção do movimento.


O cosmonauta poderia, no entanto, assumir o controle da espaçonave e voltar a entrar manualmente. Isso foi feito usando o engenhoso dispositivo de periscópio Vzor montado no chão da cabine. Este tinha uma vista central e oito portas dispostas em círculo ao redor do centro. Quando a espaçonave estivesse perfeitamente centralizada em relação ao horizonte, todas as oito portas seriam iluminadas. Para decidir quando reentrar na atmosfera, o cosmonauta tinha um pequeno globo que mostrava a posição atual sobre a Terra. Pressionando um botão à direita do globo, ele seria avançado para a posição de aterrissagem, assumindo a reentrada padrão daquele momento
Em 12 de abril de 1961, o piloto e cosmonauta tenente da Força Aérea Soviética Yuri Gagarin, a bordo da nave espacial Vostok 1, se tornou o primeiro homem na história a ir ao espaço. O lançamento ocorreu sem problemas às 9:07, horário de Moscou (06:07 UTC). Ele orbitou a Terra uma vez com um perigeu de 181 km e um apogeu de 327 km. A capsula fez uma órbita da Terra em 89 minutos, com uma inclinação de 65°. Quando a Vostok se encontrava à 7 km do solo, a escotilha da nave foi automaticamente aberta e o cosmonauta foi ejetado do interior. A 2,5 km do solo, o pára-quedas principal da nave abriu-se e ela começou a descer lentamente para o chão. O pára-quedas de Gagarin abriu quase ao mesmo tempo que o da Vostok e cerca de dez minutos depois, às 08:05 UTC, ele pousou em segurança no solo, cerca de 26 km a sudoeste de Engels, na província de Saratov. Após 108 minutos ele estava de volta à Terra, tendo desembarcado perto da pequena vila de Smelovaka no Cazaquistão. Entre 1961 e 1963, seis missões tripuladas Vostok foram realizadas pela URSS.


Youri Gagarin (1934-1968)


ESPECIFICAÇÕES DO VOSTOK 3KA (Módulo)


Primeiro vôo: 9-mar-1961; primeiro voo tripulado 12-abr-1961 (Vostok 1)
Último vôo: 16-Jun-1963 (Vostok 6)
Número de voos: 8 total; 6 tripulado
Principais usos: órbita terrestre tripulada
Tamanho da tripulação: um
Resistência: 10,0 dias
Armazenamento orbital: 30,0 dias
Comprimento total: 4.4 m
Diâmetro máximo: 2,4 m
Massa total: 4.730 kg
Massa propulsora: 275 kg total
Impulso total RCS: não disponível
Impulso do motor primário: 15,83 kN
Principais propulsores do motor: óxido nitroso / amina
Delta total da espaçonave v: 155 m / s
Potência: baterias; 24,0 kW total


MÓDULO DE REENTRADA
Tripulação: um
Diâmetro: 2,3 m (esfera)
Massa total: 2.460 kg
Controle de atitude: nenhum
Ambiente: oxigênio + nitrogênio a 1 atm
Controles: analógicos; Dispositivo óptico Vzor para orientação manual de naves espaciais; 2 janelas


MÓDULO DE SERVIÇO
Comprimento: 2.3 m
Diâmetro máximo: 2,4 m
Massa total: 2.270 kg
Massa propulsora: 275 kg
Sistema de controle de reação
propulsores: não disponível
propulsor: gás frio (nitrogênio)
impulso específico: não disponível
impulso total: não disponível
Retro-foguetes
impulso: 15,83 kN
propulsor: óxido nitroso / amina
impulso específico: 266 s
delta v: 155 m / s
Potência: baterias; 24,0 kW total, 0,20 kW médio


ESPECIFICAÇÕES DO VOSTOK K 8K72K (Transportador)


Atividade: 1960-1964
Estágios: Dois
Impulso total: 3,883.4 kN
Fabricante: Energia
Função: Veículo de lançamento
Carga para LEO: 4730 kg (10 430 lb)
Total de lançamentos: 13


Fonte:


http://www.braeunig.us
https://speyer.technik-museum.de
https://pt.wikipedia.org